Você já decidiu se pretende adquirir uma casa ou apartamento próprio? É natural que essa pergunta surja, pois escolher o tipo de imóvel ideal para você é uma atividade desafiadora, requerendo a análise de uma série de critérios, como seu estilo de vida, perfil e as necessidades de sua família.

Cada tipo de moradia tem suas próprias vantagens e desvantagens. Por isso, nos tópicos abaixo, vamos apresentar algumas características e dizer quais são mais vantajosas para cada opção. Confira nossas dicas e faça a escolha correta!

Casa ou apartamento: quais são as diferenças?

Segurança

Segurança é um dos principais fatores a serem observados na compra de um imóvel. Apesar de ser possível equipar uma casa com sistema de segurança, normalmente um apartamento consegue fornecer mais proteção pelo fato de você morar em um prédio, com câmeras, alarmes e vizinhos bastante próximos. Isso não garante uma segurança completa, mas a maximiza.

Barulho

Algo que incomoda bastante a rotina de uma pessoa consiste no barulho da vizinhança. Esse é um problema comum de ocorrer em edifícios residenciais. Como os apartamentos são bem próximos uns aos outros, música alta, reformas, batidas no chão ou em paredes, entre outros barulhos, são os principais motivos de reclamação ao síndico.

É possível solucionar isso com uma boa conversa entre os moradores. Por outro lado, as casas costumam ter mais espaço entre elas, o que ameniza os barulhos, tornando-os mais baixos ou até mesmo imperceptíveis.

Espaço

Falando em espaço, geralmente uma casa tem uma área maior que um apartamento. Dependendo do terreno, é possível fazer múltiplas moradias, alterações na planta do imóvel e até construir novos andares. Outra vantagem consiste no espaço maior de garagem, espaço no jardim que permite hortas orgânicas etc.

No caso dos apartamentos, isso pode ser solucionado ao adquirir um com mais espaço e uma boa varanda, mas costuma ser mais custoso para o bolso do adquirente.

Taxas

Mesmo que existam muitas casas em condomínios fechados que cobram taxas de condomínio, a maioria está em bairros abertos, tendo a vantagem da inexistência dessa cobrança. Já no apartamento, essa é uma taxa usada para fazer a manutenção das áreas comuns, portarias, elevadores, etc.

Convivência

Quem mora em um apartamento deve seguir as regras de convivências determinadas em uma assembleia. É possível que seja estipulado, por exemplo, que não seja permitido fazer barulho alto depois das 22h, não poder transitar com animais em áreas de uso comum, entre outras regras.

Apesar de em uma casa você também não poder atrapalhar os vizinhos, como música alta de madrugada, é possível ter maior margem de liberdade, como a possibilidade de deixar seu animal de estimação livre no jardim.

Localização

Morar em um local privilegiado é um desejo por todos, porém, é um objetivo mais difícil de ser alcançado. Afinal, esses locais estão em regiões próximas aos centros comerciais, bem como nos melhores bairros da cidade e, por consequência, têm preços mais elevados.

Porém, é mais fácil conseguir apartamento em uma boa localização, pois várias pessoas conseguem morar em um mesmo prédio na região. Embora haja casas em locais privilegiados, elas costumam ser mais caras ou antigas, o que significa que apresentam arquitetura antiga e necessidade de reformas.

Antes de comprar uma casa ou apartamento, é importante considerar as necessidades de sua família, bem como o orçamento familiar. Pense em nossas dicas para tomar a melhor decisão!

Quer receber conteúdos como este? Então assine agora mesmo nossa newsletter! É gratuito!